Sabe do que festeiros de hoje em dia precisam?


Palavras servem muito mais do que simplesmente serem ouvidas. Elas servem para serem sentidas, e apanhe-as no máximo de sua intensidade. Pensando nisso, lembrei-me quando fui a uma festa de música com batida forte. Impressionada com nossos esteriótipos interiores, assim como o que prega o século, por isso acompanhe-me.

Se essa moça vai a uma festa, sendo ela solteira, e observa que ao seu lado há muitos rostos sexy, ela pode ter em si algumas expectativas. A primeira obviamente é curtir essa festa sem mais, o que é muito normal. A segunda é que ela pode se sentir deslocada, se sentindo a única sozinha ainda que esperançosa que um rosto belo seja simpático. Mas a terceira é a minha preferida e foi a que aconteceu comigo.

Ela pode não apenas curtir essa festa com a sua capacidade de rir e se divertir sem drogas por perto. Ela pode dançar perfeitamente atraindo olhares o que é normal, e ela pode desencanar de pensar que precisa de algum estranho, para ficar completa. Sabe o que esses festeiros de hoje em dia precisam? É do céu dentro de si. E assim pular numa madrugada inteira, ficar cansado no outro dia, mas acordar com a companhia certa chamada Cristo Jesus.

Plenitude é quando atingimos o máximo e ainda o ultrapassamos, é quando percebemos que há um resquício de capacidade de ser melhor que antes e não necessitar de muita coisa para ir a um riso pleno. Uma moça não precisa de muita coisa para isso, assim como um rapaz. Tudo o que precisamos no fim das contas se encontra no céu, mas o mais legal é quando a gente entende que o céu cabe dentro da gente.
Tecnologia do Blogger.