Você ainda não chegou lá, mas vai

Quanto mais tempo eu vejo que passei com Jesus até aqui e hoje o experimento de uma forma tão nova e mais intensa, vejo o quanto ainda tem mais para mim. Ainda não consegui me satisfazer, da mesma medida que não experimentei tudo de Cristo. Quando parei de me preocupar tanto com as coisas, do dia-a-dia, dos sonhos, do trabalho e seja mais o que for, para poder prestar atenção em Jesus as coisas começaram a fazer sentido para mim. Então pude entender porque não consegui algumas coisas e por outro lado perdi o gosto por muitas outras. Tudo o que me restou é querer ter Jesus tão intensamente a ponto de chorar por ele, pensar nele o tempo todo, e me retirar sempre para poder ficar com ele. Jesus é tudo o que eu tenho e sempre será tudo o que eu terei, o melhor é que eu encontrei a única pessoa que consegue me satisfazer, que me conhece de verdade, que sabe quem eu sou de verdade inclusive minhas falhas, mas me ama muito (muito mesmo). Jesus é assim por todos, e ele não desiste. Não me interessa o resto, pois quando comecei a desejar Jesus com minhas atitudes e com minhas emoções afloradas, ele me transformou outra vez. Por que Jesus faz isto: ele vem para ficar com a gente, para transformar quem nós somos e então vivemos em amor com ele, intensamente.

(Ontem me peguei dando sorrisos, sozinha, por que ele está vivo e vive eternamente entre nós)
Tecnologia do Blogger.