Já era a civilização Judaico-Cristão para a Sharia?

Você já ouviu falar de Israel? Preciso mesmo perguntar, pois quando você acha que a civilização judaico-cristã está com os dias contados para o EI, sério eu vi comentarem isso, e claro para Sharia de muçulmanos que caminham com seus terrorismos avante destruindo tudo o que tiver pela frente para se estabelecer no lugar, é motivo para eu questionar. Aqui vai minha resposta em duas partes.

1) Primeiro:

Israel me chama atenção porque obviamente aquela é a nação que tem Deus consigo em primeiro lugar. Uma nação cujo Deus é o Senhor é feliz (Sl 33:12), e mais que salva das porcarias emergentes que vemos por aí, como nos próprios locais onde a Sharia manda. Em Israel existem armas e bombas bem usadas contra o inimigo real que há séculos tenta destruí-los, mas não conseguem. É uma democracia cercada por terroristas e haters.

Mas quando você está no meio de um país que contribui para o globalismo, que ama o marxismo cultural e idiotizada adora os idiotas úteis de plantão, demonizando tudo o que Deus instituiu, então seremos engolidos. A esquerda só serve para enfraquecer a sociedade civilizada com seu marxismo cultural, e incentivar a abrir portões ao Islã. É impossível haver comunhão entre uma sociedade democrática civilizada e o EI, os muçulmanos ortodoxos, sobre o mesmo chão mais os seus moderados.

Quando você está no meio de algo tão terrível assim, que é oposto de Israel que existe há muitos e muitos anos, a tendência dessa civilização "com" moral judaico-cristão é realmente ser destroçada. A não ser que haja um basta nesse marxismo, como diria Olavo de Carvalho: É preciso acabar com a hegemonia esquerdista na mídia, na educação, na cultura, etc. Olhe não apenas para Israel, veja que o Islã é sim seu inimigo, ele odeia você de verdade, mesmo se você o defender e não se dobrar a Sharia, ele ainda odeia você.

Estamos numa guerra e se você continuar como idiota diante dela, curvando ao seu soldado que é a Esquerda mundial, você será morto ou por ele ou pelo Islã. A UE que o diga! A civilização judaico-cristão só será extinta se todo mundo do mundo civilizado continuar se curvando ao inimigo, e o governo esquerda mundial, o globalismo, o marxismo, sem reconhecer essa guerra.

2) Segundo:

O cristianismo não é algo inventado por homens. Não, não é mesmo. Jesus não é uma religião, e quando falamos sobre cristãos, estamos falando de pessoas que tem um relacionamento sincero com esse Jesus que salva e ama a mais de 2000 anos. A moral judaico-cristão por si só explica como Jesus é bom. Os testemunhos estão por aí para você ver a olho nu. Esses cristãos não comandam coisa alguma, são na verdade servos e amigos do Cristo que tem o nome exaltado sobre todo nome. Ele é Senhor, e o Islã não é maior que ele. Ninguém é maior que ele!

Antes mesmo de existir Islamismo, Jesus já existia e você sabe que Deus só revelou Seu Filho a humanidade depois de um período imenso de milhares de anos onde Ele já era conhecido propriamente. E sabe quem conseguiu exterminar os servos de Deus (judeus + cristãos), da Terra? Ops, não, deu erro!

Você sabe também que depois de 33 D.C. os cristãos já tinham seus perseguidores?  Sabe que o Evangelho começou a ser pregado pelos 12 discípulos de Cristo que foram mortos por isso? Sabe que o Islã só surgiu uns 600 anos depois e mesmo se não existe provavelmente teríamos outros inimigos agora, mas estamos nós aqui 2000 anos depois sabendo que Jesus continua salvando pessoas em todo o mundo, mesmo na China comunista? O Evangelho não é propriedade inventada de um mortal, é a mensagem do próprio Cristo ressurreto cuidada por ele mesmo até hoje. Cristãos estão nesse mundo de passagem e o que mais querem é ver seu Salvador, além de falar para o restante do mundo sobre essa maravilha que é Jesus.

Os muçulmanos vão ficar sabendo sobre Jesus, eles tem esse direito de saber sobre o maior tesouro de um cristão. E esse tesouro é desfrutado por completo no céu. Não precisamos da Sharia aqui e o EI não tem o direito de espalhar terror, massacrando-nos numa guerra para estabelecer sobre todo o mundo um governo único baseado em sua Sharia. (#LutePelaCivilizaçãoModerna)

Os cristão tem o que o Oriente Médio precisa: o Príncipe da Paz. Os cristãos vão falar desse Príncipe para todo mundo, e até para eles, mesmo que cristãos morram por isso. A morte e o Islã nesse mundo não é motivo de pânico para os seguidores de Cristo, se você não entende o que estou falando então leia Mateus 5. Em Colossenses 2 diz para buscarmos as coisas do alto, onde Cristo está.

Eleve-se para fora desse terror e essas ameaças, ameaças mesmo, que não sabem que Deus tem um plano desde a fundação do mundo que já está em andamento. As profecias da Bíblia prevendo tudo isso estão aí se cumprindo, e elas vão terminar no paraíso para quem ama Deus tanto que é incapaz de viver sem ele; é para todo mundo que aceitou Jesus, por que precisam e amam esse Salvador.

É por isso que eu com minha Bíblia pronta para mostrar meu Jesus antes de eu ganhar meu tesouro, estou assim ó:


Tecnologia do Blogger.