Para minha menina que ri e que sonha

Eu já te vi assim milhões de vezes e queres saber como fico? Sorrio instantaneamente. Tuas preocupações são válidas, pois queres me agradar, mas só de ter o anseio no coração de ser correspondente da obediência para o seu Pai, isso me alegra. Eu não vejo-te apenas como uma pequena de pouca idade, que corre pela frente de casa num pequeno vestido vermelho, sorridente como se o mundo fosse uma perfeição e não houvesse nada de errado, pois a tua segurança está no Pai que está na porta de casa vendo-te.

Tu és esta menina pequena, mocinha minha, menina que ri e que sonha. E queres saber do que mais? Eu te amo tanto que eu seria incapaz de tirar meus olhos de você. Agora não, não pense que eu te abandonei, muito menos pense que por você ter caído e se machucado tantas vezes esse ano, agora está sozinha pelo seus próprios esforços para agradar-me e obter meu sorriso de volta.

O meu sorriso é simplesmente a sua existência. Não, eu não desisti de você. É como segurar nos teus ombros e olhar firmemente nos teus olhos, assim prossigo, pois quero que saiba que ao entregar Jesus por você, fizemos algo que cobre todas as suas falhas, imputa nele teus pecados e as tuas dores, e traz-te redimida de volta aos braços do teu Pai. Eu não sou ninguém mais do que o teu Pai, portanto aquieta-te.

Você quer o brilho? Dou-lhe muito mais, pois eu tenho a dádiva da vida! Queres colocar para fora todas as angústias sentidas silenciosamente? Venha cá, deite tua cabeça no travesseiro outra vez sem a intenção do sono e fale só comigo, vou colher tuas lágrimas com todos os significados que elas têm.

És preciosa, amada, querida, mocinha minha. Veja minha mão sobre a tua, olhe para cima, enquanto choras desesperada por causa da dor e veja que o teu Pai está aqui, para carregar-te no colo e levar para o meu esconderijo; debaixo das minhas asas é o teu lugar.

Vais voltar a sonhar e a sorrir, pois eu estou aqui para fazer-te livre, amada, redimida e curada. Lembra-se do meu Espírito? Não deixe tua amizade de lado quando ele é mais importante que a opinião do mundo, para o teu coração. Lembra-se de Jesus? Jamais deixe a antipatia entrar no seu coração enquanto o segue.

Agora não esqueça, não esqueci-me de você. É quando estás tão dependente a ponto de fechar os olhos e deixar-me guiar-te como eu bem entender, assim vou e toco na tua ferida, para cuidá-la. Não abandono a quem me pertence, enquanto segue em meus caminhos retos, e chama-me por Pai. Jamais desampararei-te.

— Deus
02/08/16
Tecnologia do Blogger.