Mesmo que não seja o que eu espero, ainda quero a vontade de Deus sobre mim

Descobrir que nem sempre o que Deus quer é aquilo que eu quero não é fácil. Mas pela sempre busca da verdade sei que a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável. Então como ela poderia não me satisfazer? A vontade de Deus é a vontade dele, e essa o satisfaz, mas ela também se cumpre sobre aqueles que renovam seu entendimento a passam a ser transformados. Não é mais sobre o que o mundo diz que é bom, ou sobre o que eu, na minha falta de base de entendimento, digo que é bom, mas sobre o que passo a conhecer em Deus.

Quando começo a conhecê-lo realmente, não dando mais atenção para o mundo, no meu tudo, percebo o que realmente vale a pena. Não é óbvio que quando penso corretamente conhecendo de verdade quem Deus é tudo sobre mim passa a se tornar tão insignificante perto dele? O fato de eu tê-lo é a coisa mais maluca a ponto de faltar palavras do quão belo e maior que uma galáxia é, e o melhor que pode me acontecer, então não seria diferente com sua vontade que de fato é boa, perfeita e agradável.

Por mais que eu seja humana e queira um tanto de coisa, perco-me na maravilha que Deus é, ele continua a me maravilhar, portanto sou capaz de querer a vontade dele para mim que sempre está bem acima do que penso. A vontade dele vem e me pega no colo, me muda de roupa, faz-me apreciar belas poesias da vida, e mesmo quando o assunto poderia ser sofrimento, há algo chamado amor na base de tudo. Olho para Jesus que tomou a forma de servo e orou a Deus, pois ele não queria tomar o cálice, ou seja, separar-se do Pai em seu propósito aqui na Terra.

Mas ele continuou em sua forma de servo, de Filho, e optou pela vontade de Deus. O que se cumpriu sobre Jesus ressoa dois mil anos depois e me atinge em todos os segundos da minha vida. Caramba, como poderia eu não querer a vontade de Deus? Mesmo que as vezes eu possa querer outras coisas, que são boas e confortáveis para mim, as de Deus ainda serão melhores e maiores mesmo que eu não entenda muito a princípio. Ele não exclui os meus desejos, muito menos faz de mim alguém sem importância próximo a ele, mas Deus tem o seu próprio coração e ele é mais importante, ele é o meu Pai.

Mesmo que não seja o que eu espero, ainda quero a vontade de Deus sobre tudo o que diz respeito a mim. Tenho sensações aqui dentro que não me faz uma dança maluca com o corpo a princípio, mas ansiedade sobre o Autor do amor que sabe o que faz quando faz o que eu não espero, mas nele posso confiar.
Tecnologia do Blogger.