Por que preciso perder meu coração para Deus?

Preciso entender que Deus sempre me quer bem. De tão bem ele quer que me deu Jesus, e o próprio Filho de Deus disse em João 14: “Se alguém me ama, obedecerá à minha Palavra; e meu Pai o amará, e nós viremos até ele e faremos nele nosso lar." Então como morada do Pai, como posso pensar que Deus quer que eu me ferre? Não, preciso mesmo é conhecê-lo de verdade, e quando faço isso vejo que a minha lógica não é a mesma dele.

Vejo que estou me distanciando de seus mandamentos e posso não estar sendo morada. Deus permite que eu encontre o amor dele quando eu perco o meu coração para ele. E perder meu coração é deixá-lo tomar o controle, deixá-lo no comando, dar para ele o que ele pedir, mesmo que seja algo que me faça perder, ou ser confrontada no orgulho. Para que eu fique bem nem sempre Deus poderá me dar o que eu peço, e se o problema for o meu caráter, ou minha falta de amor com ele, então ele vai me incomodar de verdade.

Ele vai tocar onde eu jamais gostaria. Ele vai me dar a direção que automaticamente vai tratar meu caráter, ou minha inconstância e isso vai fazer com que eu perca mesmo. Mas a graça é que Deus me ama e me quer bem, e ele vai fazer tudo isso para que eu encontre o amor dele. Ele tem salvação para mim, essa pessoa tão egoísta, desajeitada e fraca por que quer ser. Ele quer me salvar de mim mesma, mas para isso não medirá esforços para me dar sua Palavra, para me impulsionar a ser como Cristo.

Quem disse que é fácil? Mas eu preciso entender que se estou vivendo certas coisas com a clara permissão de Deus é porque ele quer que eu encontre o seu amor. Preciso tanto do Espírito Santo de Deus, para que eu não perca o meu olhar sobre o que deve estar agora. Preciso de verdade ouvir meu Pai falar, não minhas loucuras e minhas próprias vontades que vivem me afastando dele. Preciso dar atenção para Deus e me doar para ele, mesmo que seja tão difícil e faça meu coração doer.

Preciso parar com minhas lógicas e ir além. Não é sobre simplesmente ser alguma coisa, que religiosamente as pessoas almejam ser, mas é sobre Deus. Nada disso é sobre mim, mas tem a ver com ele primeiro. É sobre o amor dele, sobre o caráter dele, sobre ele não desistir de mim. Ele me quer bem, e eu preciso obedecer sua voz, amadurecendo, e deixando de lado as pequenas coisas que me fazem desobedecer a voz dele, mesmo quando eu poderia me munir de justificativas lógicas para não obedecer meu Pai.

Preciso perder um pouco meu coração enganoso, e encontrar o amor de Deus onde ele me pede coisas que me tratam de verdade de dentro para fora, rumo a algo maior do que eu mesmo imagino. Ele cuida melhor do meu coração do que eu mesma posso fazer.

"Você, que se senta na presença do Deus Altíssimo e passa a noite à sombra do Todo- poderoso, Diga assim: 'Deus, tu és meu refúgio. Confio em ti e estou seguro!' Isso mesmo. Ele protege você das armadilhas e o defende de perigos mortais. Seus enormes braços estendidos são como um escudo: atrás deles, você está seguro. Eles evitarão que você seja ferido. Não precisa ter medo de nada: nem de assaltos à noite, nem de flechas voando de dia, Nem da doença que ronda pela escuridão, nem do desastre que irrompe ao meio-dia. Ainda que outros morram à sua volta e caiam por todos os lados, você não sofrerá nem um arranhão. Você será protegido, e, de longe, verá os ímpios serem punidos. Sim, porque o Eterno é seu refúgio; o Deus Altíssimo, seu abrigo. O mal não conseguirá chegar perto de você, a iniquidade não passará da porta. Ele ordenou a seus anjos que o guardem para onde quer que você vá. Se tropeçar, eles o segurarão: o trabalho deles é evitar que você caia. Você caminhará tranquilo entre leões e cobras, pisará neles, e nada acontecerá." 

Salmos 91:1-13 - A Mensagem
Tecnologia do Blogger.