Minha mente parece mais um campo de batalha sangrento, mas existe solução para isso

As vezes parece que a vida aqui é uma guerra, uma guerra na mente precisamente. Parece que eu sei que eu devo o certo, mas não o faço, ou sou devagar com isso. As coisas parecem ficar mais difíceis, ou posso estar prestes a estragar tudo mais uma vez. Mas eu sei que a minha atitude, independente se eu estou me sentindo bem com as coisas ou não, é que faz a diferença. Olho para Jesus e falo com ele que eu não quero ser a mesma de antes, por que parece que algo tenta me puxar para longe dele a todo custo, mesmo que sejam coisas pequenas.

Porém se eu mantenho os meus olhos fitados nele, no amor dele, e se eu mantenho os meus ouvidos receptivos a palavra dele tudo fica diferente. Essa guerra parece silenciar-se, e afastar-se de mim. Quero dizer, os efeitos, a minha própria força, o confronto que sempre perco já não existe, por que eu estou concentrada no meu Amado, e ele me cativa, ele me abraça. Ele tanto pode me fazer bem que é como se me tirasse para dançar no meio de um lugar que estava caído aos pedaços, então a graça dele inunda tudo, e já não tenho medo, nem preocupações, só quero agarrar Jesus.

É uma guerra sim, dentro de mim, na minha mente, mas cabe a mim escolher ir ainda mais para Jesus o tempo todo. Eu não posso distanciar dele nem por um minuto, não posso ir devagar com ele, nem deixar com que as coisas roubem minha atenção dele. Não importa o resto que tenho dado tanta importância e parece não valer a pena, por que não vale a pena mesmo tudo o que me afasta de Cristo. Eu só preciso manter meus olhos em Jesus, recebendo-o e calando-me.

Que ele fale, que ele me puxe e me leve aonde quiser, e que aqui dentro de mim ele encontre lugar, nos meus sentimentos e na minha mente, todos os segundos por que assim a gente se torna um e já as coisas que tanto me faziam mal não tem mais efeito sobre mim, por que eu e Jesus somos um.
Tecnologia do Blogger.