Não romantize o pecado

Deus não quer que a gente se contamine. Quando chegamos num lugar em Deus, onde estamos tão limpos, libertos, e sóbrios para ele mesmo, tendo-o com toda a integridade e amor, é algo não apenas bom, mas incrível! Eu sei como o pecado é devastador, onde quer que ele se estabeleça. Ele pode corroer meus pensamentos, fazendo-me conviver com uma deturpação que faz com que todo o resto seja podre, mas a podridão de verdade está dentro de mim.

Ele me separa de Deus, e faz com que eu viva presa, trabalhando por ele para receber a morte como salário. Deus me criou para a sua glória, foi assim com todos. Ele me criou para o seu louvor. O pecado é algo completamente oposto e muito baixo, que jamais satisfará a minha alma e quem eu fui feita para ser. Se estou caminhando com Deus, o tempo todo sendo limpa, e trabalhada por ele, para que eu me torne de volta exatamente quem fui criada para ser, então não há por que me contaminar. Dá mesma forma se ainda estou tentando me limpar.

Por isso preciso me cuidar. O pecado não vai aparecer como um fruto podre e fedorento, ainda que esse seja o seu interior, a sua essência, o seu exterior é belo e charmoso. Ele é capaz de seduzir a pessoa mais perfeita do mundo, se essa permitir. Estamos sujeitos a errar, mas errar sempre será uma escolha.

Errar o alvo, que é Cristo, faz-nos pecar e toda vez que tiramos os olhos de Cristo é isso o que acontece. 

Por isso eu preciso tirar diante de mim tudo o que faz com que me distraia e tire os olhos de Cristo. Eu preciso encarar o meu Salvador, a sua essência, a verdade como ela é, a sua Palavra. Tudo o que faz com que o pecado seja romântico preciso ser encarado com a verdade, que isso é passageiro, e ainda que me dê algum prazer, no fim se transformará num fruto podre, que me afasta de Deus, e sempre me trará morte.

Está na hora de limpar todos os cantos, tudo o que há dentro de mim. Eu não posso, nem quero, nem preciso tirar os olhos de Jesus. Eu só preciso deixar com que o meu Amado me guie, no seu amor, e não será esforço a santidade após isso, mas algo que acontecerá espontaneamente.

"Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim."

Gálatas 2:20

(22/03/17)
Tecnologia do Blogger.