Não seja essa pessoa que acha que o mundo gira ao seu redor, ou que usa todo mundo para si mesmo

A falta de amor a Deus no coração pode fazer com que eu me importe comigo mesmo e só. Faz com que eu não olhe para o próximo, além de mim mesma, e que eu enxergue o mundo como se eu fosse o centro de tudo. De repente tudo conspira contra mim, de repente todo mundo tem que atender ao que eu acho que tem que atender. De repente só o que eu digo é que deve ser considerado, e continuo a fazer tudo aquilo que faz com que eu seja notada.

A falta de amor às pessoas, a verdade, a humildade pode fazer com que eu destruo o que devia ser tão belo no mundo. Por que o amor a Deus em primeiro lugar e as pessoas foi algo que Jesus Cristo deixou como mandamento, e não apenas um mandamento que já existia pelo seu Pai — Deus Vivo — por que também ele nos deixou algo novo: amar como Jesus nos amou. Será que há espaço para as ilusões do mundo, que só pensa na superfície humana onde tudo é sobre mim mesma? Ainda mais quando o mandamento importante de Jesus, a marca como as pessoas seriam reconhecidas por seus discípulos, o amor foi algo expresso e vai muito além naquilo que ele veio nos resgatar para ser.

Essa é uma verdade absoluta. Eu não quero ser alguém que ache que o mundo gira ao meu redor, muito menos uso a todos para o que eu achar melhor mesmo que seja o próprio Cristo. Estarei iludindo a mim mesma. Estarei me comportando como o resto do mundo — ideias, culturas, filosofias vãs, humanidade — se comporta.
Tecnologia do Blogger.