Ser puro é ser virgem?

Quando a maioria de nós ouve a palavra pureza, nossas mentes automaticamente pensam em abstinência ou virgindade, mas pureza é bem maior que ambos. Uma pessoa pode ser virgem, mas ainda assim não ser pura. Uma pessoa pode ser casada e nunca ter tido um caso extraconjugal e ainda assim não ser pura. Por outro lado, uma pessoa pode ser pura mesmo tendo um passado de promiscuidade sexual. Pureza não se trata apenas de dizer não para o sexo antes do casamento. Pureza não se trata apenas de dizer sim para o sexo dentro do casamento. Pureza é dizer sim para a piedade.

A palavra grega para pureza usado no Novo Testamento é hagneia, que também pode ser traduzida como “vida sem pecado”. Apesar de olharmos para as palavras “sem pecado” e automaticamente nos excluímos de sermos puros por conta dos pecados em nosso passado, estamos nos esquecendo de que, como cristãos, nossa identidade se baseia naquilo que Cristo fez por nós. Quando Deus olha para nós, Ele não vê pecadores perversos e maus que Ele é forçado a amar porque não achou ninguém melhor. Ele nos vê como santos justos e irrepreensíveis por quem Ele voluntariamente morreu na cruz movido por um irresistível amor.

Note que toda vez que Paulo escreve suas cartas às igrejas do Novo Testamento, ele sempre se refere a seus destinatários como santos, não como pecadores. Mesmo à igreja de Corinto – uma das mais imorais, rebeldes e sexualmente promíscuas – Paulo se refere como santos por causa da identidade deles com Cristo: “À igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus e chamados para serem santos, juntamente com todos os que, em toda parte, invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso” (1 Coríntios 1.2).

Como santos imaculados, a pureza é possível para todos nós. Como 1 João 1.9 diz: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça”. Quando submetemos nossa sexualidade a Cristo, confessamos a Deus e aos outros quando pecamos e proativamente lutamos contra o pecado todo dia, somos puros, independentemente do que fizemos em nosso passado. Por isso a pureza não é meramente definida a partir de atos sexuais, mas também pela fidelidade em buscar a Deus com nossas intenções e pensamentos do nosso coração.

— Hafeez Baoku
Tecnologia do Blogger.