No fim do dia o que mais importa para você?

Como pode a vidar durar tão pouco, e nós nos esquercemos de viver todo dia como se fosse o último? Se eu fizesse isso com mais vezes que o habitual meus dias seriam tão melhores. A simplicidade, a gratidão, o mover dos dias seriam diferentes por que eu não ia me perder no meio das futilidades e principalmente de não me importar com o devo com o coração de Jesus. Estou sempre voltando, sempre lutando, sempre inconformada comigo mesma, por que me inclino a fazer aquilo que não deveria. Desistir de Jesus não é uma opção, ainda tem jeito para a vida que é o próprio Jesus, e o hoje é o que importa. Por que tem gente que já não o tem mais... E isso me marca. Faz eu desacelerar, e encarar a realidade. Faz com que eu feche a porta do meu quarto e suplique a Deus que tome a minha vida somente para ele, por que no fundo é só assim que se deve viver. É viver com Deus, para Deus e por Deus. É no meio do amor dele, como se fosse uma dança enquanto entoa-se uma canção de amor que não durará para sempre, mas dancei com todo o meu coração correspondendo esse amor.
Tecnologia do Blogger.