Por que as pessoas podem ser más?

Se você, como a maioria dos adolescentes/jovens que tem netflix em casa ou acessível em algum lugar, assistiu 13 Reasons Why deve ter se perguntado por que pessoas que aparentemente são tão legais e tem tudo para ser boas companhias na verdade conseguem ser pessoas tão ruins?

Eu poderia pensar, enquanto assistia a série que isso era coisa do autor Jay Asher, originada do livro. A verdade é que a série mostra algo que pode muito acontecer no nosso mundo real, não digo todo o drama que ocorreu com Hanna Baker, mas o fato de pessoas conseguirem ser más em certas atitudes seja tão grandes ou pequenas.

No mundo real a gente vê como somos sujeitos a falhar conosco ou com outras pessoas, e claro que isso é questão de escolha, nem sempre um acidente, mas como humanos é verdade podemos ser maus por que somos imperfeitos.

É chocante no primeiro segundo pensar que eu posso ser má, por escolha minha ou por um acidente, de forma que como humana sou imperfeita e estou sujeita a errar. Aos meus próprios olhos eu poderia ser vaidosa, e pensar que sou boa, mas nem sempre isso será real.

A única coisa que faz com que relacionamentos, e situações sejam perfeitas é o amor. Pessoas cheias de amor por si mesmas e por outras não vão errar com tanta facilidade. Pessoas com tanto caráter, que perseguem a verdade mesmo se isso a prejudicar ou ferir seu orgulho alguma hora não vão errar com tanta facilidade.

Pessoas vazias de amor e verdade, essas vão errar com mais facilidade. Ser mal com o outro pode ser escolha, assim como pode ser um acidente, pois todos somos sujeitos a errar. Jesus foi a única pessoa que pisou no mundo e nos ensinou a importância do amor primeiro contra Deus e depois ao próximo. É isso o que faz com que a gente não roube, nem mate, nem destrua. Por que estamos cheios do Espírito de Deus, e não somos mais seduzidos a maldade com o próprio Deus, conosco, ou com o próximo.

Desde que nos apegamos aos pecados, e nos distanciamos da verdade que Jesus declara, nos apegamos a uma vida superficial, desregrada, impulsiva, e deturpada do que pode ser bom. Podemos ser tão inteligentes, mas não sábios. Podemos ser tão lindos por fora, mas não de caráter por dentro. Podemos ser tão amigos, mas só quando é lucro para nós. Podemos ser tão legais, mas só quando fazemos o que os outros querem ver na gente. Podemos um tanto de coisa, que aparentemente parece ser bom quando na verdade é ruim, e por quê? Por que estamos distante de Deus, e do amor que ele quer ver em nós.

É aí que eu vejo que aceitamos tudo, e até nos iludimos em pensar que somos bons demais, porém no momento em que estamos rejeitando o único que é realmente 100% bom, que é Deus, estamos trilhando um caminho imperfeito de muitas quedas, por que não há luz do que é certo realmente.

Nós aceitamos a opinião do que é bom, de tudo, do mundo, dos filtros, etc, mas não recorremos ao que é bom de verdade e isso é só Deus. Por isso falhamos, e erramos, por que estamos distantes do único que é bom e define isso por si mesmo. Se estamos distante da verdadeira definição de bondade, então estamos deturpados, e nos afundamos na nossa maldade. Ferimos não apenas nós mesmos, mas o próximo.

Porém há esperança para a gente. Não precisamos nos massacrar, e nem fazer isso com alguém que só quer o melhor de nós. Podemos seguir aquilo que Jesus disse sobre amar a Deus, e ao próximo como ele amou. É um amor sacrificial, onde a gente diz não muitas vezes para o nosso egoísmo, e nos damos para salvar outras pessoas em amor.

É uma escolha, e podemos fazer o melhor hoje com nossas atitudes por alguém. Podemos pedir perdão e recomeçar. Podemos ser diferentes do mundo, mesmo que nos custe alguma reputação. Mas o importante é que o que exista dentro de nós é o próprio Deus, enquanto o amamos e guardamos o que ele nos diz no nosso coração, por que escolhemos entregar para ele justamente o nosso coração e não nos deixamos mais seduzir pelo o que aparentemente é bom, porém não é.

O que há lá fora não pode mais definir o que tem dentro da gente, por que estamos preenchidos de quem nos salva de todas as dores que alguém nos fez, e nos ama profundamente, a ponto de mudar quem somos para sermos novos, bons.  Deus nos salva não apenas das dores causadas por outros, como de todas as depressões que podem nos cercar, e até do suicidio que pode parecer a única opção, mas não é.

Por que nós fomos formados por Deus, e ele hoje nos chama para sermos salvos por ele, cuidados pelo seu amor. Não precisamos mais ficar amedrontados, ou aprontando com os outros, por que Deus está aqui e ele pode nos dar uma nova vida, de amor e de bondade. As trevas, essas que nos cerca quando estamos longe de Deus só vai nos destruir. Porém quando nos voltamos para ele vemos claramente o sentido que precisamos.
Tecnologia do Blogger.