Será que Jesus está vendo essas crises?

Ao invés da gente olhar para tudo com desespero, e rodar feito barata tonta, é melhor olharmos para Jesus. Por que quando os ventos são contrários isso já me traz medo. Parece que a minha fé vai sendo sugada por esse medo, então vou duvidando se consigo mesmo tomando assim o controle para as minhas mãos, mas Jesus vem. Se eu clamo por ele, para que me ajude, ele é rápido em me puxar para cima da situação. Os problemas estão ali, mas eles não podem mais entrar dentro de mim e devastar-me. Por que Jesus é maior e está acima de tudo isso.

Para sempre ele é Salvador. No meio de toda a crise que eu posso avistar, dos ventos contrários, do medo tentando me sugar, vou olhar para Jesus. Ele chama a minha atenção. Por que ele é maior que esse mundo, e o meu tesouro não está nessa vida, mas no que há de vir com Jesus. É a forma dele de ser. É vendo o meu Salvador, quando ele ainda preenche o meu ser, vou confiando que não serei abalada por nada. Mas ele me capacita para ir além, acima de todos os ventos, das ondas contrárias, do medo. Ele me faz forte, por que ele está comigo, em mim. Jesus não apenas quer que eu veja a crise da perspectiva dele, do Céu para a Terra, mas como também quer que as minhas atitudes estejam tão elevados por que ele me levou para cima disso tudo enquanto eu me afundava.

Quando eu o vi (Jesus), caí aos seus pés, como morto. Porém ele pôs a mão direita sobre mim e disse:
Não tenha medo. Eu sou o Primeiro e o Último.

Apocalipse 1:17
 

Tecnologia do Blogger.