Deus se revela em Jesus

Ele é a imagem do Deus invisível. É Deus conosco. O segredo guardado por séculos revelou-se a nós pelo próprio Deus, e agora: Cristo em nós é a esperança da glória. Ele é o exemplo, o modelo, o Senhor. Seu nome está acima de todo nome por que o próprio Deus o exaltou. Não, Jesus não e um cara legal, ou uma personalidade religioso tipo Ghandi, Madre Teresa de Calcutá, etc. Jesus é o Filho de Deus, e o único que morreu, mas ressuscitou!

A necessidade básica de Jesus é fazer a vontade do Pai. Era tamanho que vinha antes do senso propriamente humano. Antes de qualquer coisa, e até de satisfazer sua própria sede tudo o que Jesus queria fazer era satisfazer a vontade do Pai. Ele estava ocupado demais pensando e realizando as vontades do Pai para ficar pensando em si mesmo.

O que podemos aprender com Jesus? Ele é a revelação que precisamos da vida, de como viver, do por quê, e por quem. Ele nos dá um propósito acima de todos que podem existir na terra. Devemos sim viver por ele, por que ele morreu por nós por amor, e se tivermos de morrer por ele, então que morramos por ele. Jesus nos aponta para o Pai, e mediante a fé que temos nele, somos adotados por Deus como filhos.

Esqueça os sentidos dessa vida nos segundos em que tudo para você deve ser Deus, como foi para Jesus. Por que Deus é o nosso Pai, o nosso Senhor! É o fôlego de vida dele nos nossos pulmões, e como Jesus que ama o Pai de tal forma a ponto de obedecê-lo acima de tudo e foi assim que quando Jesus não se exaltou, Deus o exaltou. Bons filhos amam, e obedecem. Filhos de Deus vivem no amor, e por conhecer esse imenso amor que vem do próprio Deus, não há mais graça em nada, a não ser o próprio Deus.

Tudo diante dele é nada, e mesmo que nessa vida não tenhamos amigos, família, carreira, dinheiro, mas apenas Deus, então temos tudo. Se fosse o contrário sem o Pai, seríamos um dos mais miseráveis por que não conheceríamos esse amor que consome Jesus.

Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra. João 4:34
Tecnologia do Blogger.