O tipo de pessoas que Jesus procura

Você fica desanimado quando você se preocupa? Você chegou num ponto e até sente vontade de desistir às vezes?

Passei por um período em que eu estava lutando com sentimentos de ansiedade e culpa por minha performance como cristão. Então Deus me mostrou que eu estava olhando para mim e minhas falhas no caminho errado.

Aqui estão quatro razões pelas quais realmente precisamos abraçar nosso quebrantamento:

JESUS NÃO QUER PESSOAS "BOAS".

Jesus disse: "Não vim para os justos, mas para os pecadores". Nenhum de nós é naturalmente bom ou justo (Marcos 2:17, 10:18). Jesus repreendeu os fariseus por serem hipócritas que se viram como reis sem pecado enquanto vêam a todos como camponeses pecadores e inúteis. Eles rejeitaram os dons e os milagres de Cristo, porque sentiram que não precisavam deles, mas eram os perdidos e os necessitados que eram humildes e dispostos a receber Sua graça. Jesus até disse:

"Eu lhe digo que o reino de Deus será tirado de você [os fariseus] e dado a um povo que produzirá o seu fruto. Quem cair sobre esta pedra [Cristo] será quebrado: mas quem quer que esta pedra caia, ela o triturará em pó. "Mateus 21: 43-44

NOSSA FRAQUEZA É UM REQUISITO PARA REALMENTE RECEBER SEU PODER DE TRABALHO.

Nós sempre seremos defeituosos como seres humanos, mas é quando começamos a pensar que podemos lidar com coisas por conta própria e começamos a falhar. Começamos a perder a paz, direção e a sensação de que precisamos trabalhar para a salvação. Quando começamos a sentir isso, é um sinal de que podemos estar nos esforçando pelo nosso próprio poder e não descansando em Seu poder e promessas.

Jesus disse: "Meu jugo é fácil e meu fardo é leve". Se a vida se sentiu dura e pesada ultimamente, então você provavelmente tentará carregar a carga sozinho. Permita que ele o leve para você.

ISSO NOS AJUDA A PERMANECER HUMILDE.

Imagine como agiremos se nos tornarmos instantaneamente perfeitos, humanos perfeitos, uma vez que recebemos o Cristo. Retornaremos rapidamente nossa atenção de Deus e começamos a exaltar a nós mesmos e a nos dar crédito por nossas boas qualidades.

Na verdade, é um cenário muito familiar. Aconteceu quando Lúcifer caiu do céu. Aconteceu quando a humanidade caiu. É a razão pela qual as pessoas fazem o mal no mundo todos os dias. Orgulho.

Precisamos lembrar nossas falhas para que não comecemos a julgar os outros, tornando-nos como os fariseus hipócritas. Precisamos lembrar que sem Ele e sem o Espírito Santo guiando-nos, ainda somos a mesma pessoa quebrada e exata que estávamos antes. Paulo até usou seus problemas como um humilde lembrete:

"Mesmo que eu preferisse gloriar-me não seria insensato, porque estaria falando a verdade. Evito fazer isso para que ninguém pense a meu respeito mais do que em mim vê ou de mim ouve. 7 Para impedir que eu me exaltasse por causa da grandeza dessas revelações, foi-me dado um espinho na carne, um mensageiro de Satanás, para me atormentar." 2 Coríntios 12: 6-7

ISSO NOS LEMBRA POR QUE PRECISAMOS DE UM SALVADOR.

Abraçar nosso quebrantamento não significa aceitar a derrota ou abraçar maus hábitos. Trata-se de lembrar o que Deus fez e está fazendo para nós diariamente. É sabendo que sem nossa caminhada diária com Ele, retornaremos rapidamente a ser escravos do pecado.

É o poder de Jesus e nossa dependência de Aquele que nos mantém livres e nos redime, e não nossos próprios esforços humanitários. É por isso que precisamos de um Salvador em primeiro lugar. Paulo explica:

"Mas ele me disse: "Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza". Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim. 10 Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte." 2 Coríntios 12: 9-10

Kylah Kerry - Relevant Magazine

22/06/2017
Tecnologia do Blogger.