Pelo o que não estou nem aí

Às vezes, questiono-me. Na maioria das vezes eu realmente me cobro muito. Lembro do novo single da Priscilla Alcântara "Tanto Faz", e é interessante as pessoas compartilhar com ela o que tanto faz, mas para mim antes de qualquer coisa eu não tenho o que tanto faz de um modo geral, mas sim um não tô nem aí. Por que as vezes eu sinceramente não me importo, seja com tretas, ou com pessoas e até sentimentos, que são chances de eu me perder daquilo que é essencial.

É horrível, não é? Estar envolvido demais, com sentimentos, ideias e planos sobre o que exatamente te faz perder do que não deve jamais se perder na vida a começar de Deus, sua integridade e até o amor verdadeiro a Deus, a você mesmo e talvez até ao próximo que importa tanto. Preciso identificar o que é bom para eu me envolver e viver daí. Por que sentimentos, pessoas, e atitudes podem me desviar de Deus, ou não.

É agora que eu entendo que enquanto fico com o controle nas mãos tentando fazer o certo com toda a minha capacidade e sabedoria, sei que vou ficar maluca, por que eu sou humana, e não sei de tudo, nem do que eu poderia mesmo fazer quando não entendo de tudo. É aí que eu preciso diminuir meu ritmo e me agarrar a Jesus. No seu ritmo Jesus, não no meu. Segundo os seus conselhos, seus desejos, seus pensamentos, e as pessoas do Senhor para mim.

Não de acordo com as minhas limitações e até o máximo que eu sei, quero dizer não até aí, por que sou limitada. Eu quero seguir Jesus, e isso inclui o pacote todo, para eu dizer que não tô nem aí para o resto e que só o que importa é o que começa e termina em você, Jesus.
Tecnologia do Blogger.