Piada de Mau Gosto | Batman: White Knight terá Batman como VILÃO e Joker HERÓI

Capa de Batman: White Knight #1, por Sean Gordon Murphy. (DC Comics)

A próxima mini-série Batman: White Knight vai apresentar Joker como o herói, e Batman como o vilão, por Sean Gordon Murphy como escritor e artista, e terá sete números saindo em Outubro. Agora referindo-se a ele mesmo como Jack, o vilão reformado vai procurar redimir sua maldade que fez no seu passado, e tentar tornar Gotham City num lugar melhor. Parte da sua missão envolverá livrar-se dos vigilantes, incluindo Batman. Na visão de Joker, agora sã, ele vê que em Gotham o vigilantismo é um absurdo, e que as ações de Batman "estão apenas a contribuir para o ciclo infinito de violência de Gotham", afirma Sean Gordon Murphy.

Agora vamos para a parte "B" disso tudo e refletir um pouco nessa mudança drástica de Sean Gordon Murphy para a nova mini-série de Batman. É estranho alguém sã pensar que as ações de Batman contribui para o ciclo infinito de violência. Gotham criou o Batman. Quando a violência já existia antes de sua infância e arrancou do Bruce Wayne sua família, destruiu muitas vidas e fez com que ele não ficasse parado vendo tudo acontecer. Batman não é o causador da violência, mas o basta para tanta violência de alguém que já sofreu demais e não vê mais saída se não lutar de sua maneira. É isso o que eu vejo, e a inversão é uma piada de mau gosto.

Nota-se o mesmo padrão de mudança drástica em Capitão América agora vilão infiltrado da Hydra, quando alguém decide pegar um símbolo original para não dizer tradicional de patriotismo e justiça profunda então destrói esse símbolo e o transforma em algo deturpado que jamais seria possível sem uma história mal contada e confusa, completamente distorcida e fora de contexto.

Não é um justiceiro* sozinho que causa ciclo de violência sem fim, mas sim a corrupção humana, o desvio do bem, a monstruosidade sobre o que devia ser sadio mais não é, a falta de caráter, de valores morais e de estrutura para todo ser humano. É sobre o que tem dentro de cada um. A prova disso era que quando Bruce Wayne ainda era uma criança os seus pais foram brutalmente assassinados em sua frente, o que faz com que ele mais tarde se torne alguém que luta contra a violência e busque justiça.

Batman não é o culpado pela violência, a corrupção humana sim. Coringa precisa de tratamento, com certeza, mas sem sua insanidade ele não se transformará num santo, na verdade será um cidadão comum e próxima vítima da corrupção humana que não tem fim nesse universo de corrupção humana.

É necessário armas mais potentes que a corrupção humana, que cura e restaura o desvio dentro de quem não pode mais conviver em sociedade pensando que suas corrupções são normais, quando massacra o próximo. (Lembra-se o trabalho da polícia de reaturação da ordem; a arte; o próprio amor em verdade e reconexão a Deus por meio de pessoas; além de tratamentos psicológicos. Batman está no começo da etapa de recuperão e sua evolução quanto ao restante ajudaria muito mais se fosse explorada - afinal ele é só um justiceiro*).

Um governo não conseguiria conter problemas como de Gotham de forma completamente efetiva, pois seria necessário controlar cada pessoa em cada esfera da sociedade e aí já seria ditadura onde o estado é um tipo de deus. Coringa como um político sem sua insanidade não conseguiria salvar Gotham e fazer tudo ser perfeito pela primeira vez. Essa é a Gotham de Sean Gordon Murphy.


Uma dura realidade: quando alguém decide agir sobre um contexto pronto e definitivo de acordo com a sua versão do que acredita ser válido, mas na verdade é sem nexo, supérfluo, distorcido e de muito mau gosto algo de muito ruim acontece. Também é um fato de que quando alguém usa sua própria opinião até na politicagem para mostrar como sua razão - que afeta algo original - então começa a entrar no mundo dos quadrinhos é falência na certa, infelizmente. É melhor rir para não chorar.

Agora não olhando para o clímax apenas, o que será da conclusão desse universo? Visto que é realmentea a vez do Joker, ou uma crítica na visão do autor em sua posição política sobre a atualidade nos EUA? Ou mesmo, e espero pela última, que há uma grande estória sensacionalista, uma grande virada no meio disso tudo envolvendo Joker e Batman?

*Significado de Justiceiro: que ou quem luta pela justiça, tomando a si a causa dos inocentes e desvalidos da sorte.
Tecnologia do Blogger.