Tendo a conduta verdadeira de um cristão você vai impactar o Brasil

A expressão bom testemunho no grego pode ser traduzida para boa reputação, boa fama, conhecido como honesto, testemunho do que se viu, ouviu e conhece a respeito. O bom testemunho tem se tornado raro em meio ao povo cristão, pois o cenário histórico de nossa geração tem criado em nós certo conformismo com a corrupção, derivando assim em uma consciência cauterizada com a falsidade e a desonestidade.

A grande marca da igreja primitiva de Atos era o bom testemunho de seus membros, em que o diferencial era notado de forma explícita entre a conduta de um cristão e um não cristão. Estêvão era tão diferenciado que, de acordo com a Bíblia, diante de uma multidão seu rosto resplandecia: “Olhando para ele, todos os que estavam sentados no Siné- drio viram que o seu rosto parecia o rosto de um anjo” (Atos 6.15).

Ter um bom testemunho, ser cheio do Espírito Santo e de sabedoria, são critérios essenciais para um cristão. Zelando por eles em meio ao cristianismo, podemos contemplar um grande crescimento dos salvos em nossa nação, tal como a igreja de Atos em sua geração: “Assim, a palavra de Deus se espalhava. Crescia rapidamente o número de discípulos em Jerusalém; também um grande número de sacerdotes obedecia à fé” (Atos 6.7).

Quais desses critérios estão em falta em sua vida? Se for falta do bom testemunho: nada melhor que um amigo/irmão para ajudar em nossas faltas. Procure por essa pessoa e peça para corrigi-lo todas as vezes que você não corresponder a esse critério. Se for falta de estar cheio do Espírito Santo: “Orai sem cessar” (1Tes 5.17). Não desista de orar continuamente, crendo que o próprio Espírito Santo irá auxiliá-lo nessa debilidade. Se for falta de estar cheio de sabedoria: “Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida” (Tiago 1.5).

Pr. Adriano Pauli - IBL
Tecnologia do Blogger.