Nenhum dos meus próprios caminhos se comparam com a inspiração que está ao redor de Jesus lá no céu

Não posso sequer por um segundo atrever-me a colocar a minha inspiração puramente humana acima da inspiração do céu. É muito tentador resgatar meu conforto, uma boa reputação diante dos outros a minha frente fazendo com que eu haja segundo o que todo mundo pensa, segundo a modinha da vez, segundo o que todo mundo diz para parecer descolado, mas isso não tem o mesmo valor do que está lá no alto ao redor de Jesus.

Eu posso fazer isso, posso correr com a minha justiça própria, com o que eu acho melhor e que eu penso que deve acontecer. Posso pensar só em mim mesma, ou pensar mais no que os outros ao meu redor vão pensar de mim. Eu posso muito bem publicar a minha vida de acordo com os conceitos que todo mundo acha legal menos Jesus, e isso vai me levar para algum lugar - pode ser bem confortável momentaneamente, mas está longe daquele que se deu inteiramente por mim. Posso fazer o que eu quiser, mas nada disso vale a pena comparada ao que está ao redor de Jesus.

Daqui a pouco eu vou ser escrava, exatamente, das minhas próprias vontades e não vou conseguir a liberdade que eu sempre quis. Vou me viciar no que o mundo pensa, mas ao mesmo tempo não é o que eu preciso. Não, não é. Eu sei o que eu preciso, e parecer descolada fazendo tantas coisas que só sabem inflar meu ego não é o que eu preciso. Eu sou mais que um ego, o mundo é muito maior do que eu posso imaginar. O mundo é quebrado em vários sentidos, precisa de conserto e eu faço parte disso. Eu sei que aqui dentro eu preciso me sentir viva, preciso ter uma base para me segurar quando ninguém tiver vendo, e a ilusão de um show de bonecos de plásticos tomado como um modo de vida passar.

Liberdade ainda é discordar e dizer não, mas mais ainda liberdade está acima de uma vida superficial. A verdadeira liberdade precisa estar dentro de mim, para que eu não me perca nos caminhos que me levam a qualquer lugar menos onde eu realmente preciso. Jesus é o Filho de Deus, e não apenas isso, mas ele é o Salvador que eu preciso. Não apenas a minha alma tão necessitada, e o meu espírito sedento, mas o meu corpo também. Ele se diz o Caminho, a Verdade e a Vida. A liberdade está na verdade, e é isso o que eu realmente preciso seguir. Os meus próprios caminhos são sobre meu eu, e as ideias do mundo aqui são sobre qualquer coisa, mas todas contrárias aos caminhos de Deus.

É por isso que eu preciso olhar para cima, para a inspiração que está ao redor de Jesus, e viver a cerca disso. Já não somos estranhos, já não há um vazio do desconhecido. Ele é a imagem visível do Deus invisível, e com ele eu tenho uma família, sou amada, pertenço a algo elevado, e vivo doando a minha vida livremente para aquele que assim fez por mim.
Tecnologia do Blogger.