Já estamos a 500 anos de Reforma Protestante

Martinho Lutero foi um homem com defeitos, mas acima de tudo com amor a verdade, a Palavra de Deus acima de tudo. Se há algo que pode mudar a vida de uma pessoa, igreja local, comunidade local, nação e civilização é a procura pela verdade. Uma nação que busca o conhecimento, e pela evolução através disso, não perece em nada.

"A Reforma de Lutero era o prenúncio do progresso econômico, da razão, da tolerância na religião, da emancipação da crença irracional e da capacidade de cada pessoa pensar por si. As ideias e as nobres atitudes dos reformadores não só abalaram as estruturas sociais, políticas e econômicas da época, como também prepararam a base para a formação do pensamento moderno e o desenvolvimento das mais essenciais liberdades." (Atos Hoje)

Sua reforma ainda foi um berço para o beneficio de nossa civilização até hoje. "A restauração do princípio da autoridade bíblica foi um dos pilares da Reforma Protestante."(Atos Hoje) Agora com o acesso a fonte da verdade que é a própria Palavra de Deus, as pessoas em suas mais variadas camadas da sociedade possuem em suas mãos um guia para uma vida abundante em todas as esferas de uma sociedade. A salvação pela graça e não por obras pois fim a manipulação da palavra de Deus no tempo de Lutero, e agora podemos continuar a conhecer a Deus não apenas de ouvir falar.

Desde o nosso trabalhar - que glorifica a Deus - encontramos um caráter sustentável de desenvolvimento econômico. Na reforma foi imprescindível compreender isso. "Aqueles que acumulavam riquezas apresentavam importante responsabilidade social. Visto que antes a igreja detinha grande poder econômico e amplo patrimônio institucional ao contrário dos fieis, pois era condenado pela igreja. Para os protestantes reformados, o trabalho passou a ser visto como vocação divina e não como um simples meio de subsistência." (Atos Hoje) Assim era visto uma diferença entre cristãos católicos e protestantes da época.

A reforma também contribuiu para a igualdade entre homens e mulheres - a luta por essa igualdade não se originou no feminismo. "Os princípios reformatórios, “Somente a Escritura, Somente a Fé, Somente Cristo, Somente a Graça e Somente Deus”, e a defesa de que a salvação vem pela graça por meio de Cristo Jesus, possibilitaram o entendimento de que homens e mulheres são iguais perante Deus. Uma dessas mulheres que se posicionou em defesa do evangelho e influenciou o pensamento da época sobre o papel da mulher na sociedade foi Katharina Von Bora, ex-freira e esposa de Lutero.

 Ela interagia em debates teológicos, principalmente, quando Lutero estava viajando, o que, para a época, representava grande avanço, porque as mulheres quase não possuíam condições de receberem educação formal, muito menos de participarem de debates." (Atos Hoje)

Hoje vemos como a civilização ocidental possui valores cristãos e é tão desenvolvida quanto ao cuidado a humanidade em todas as esferas da sociedade. Hoje vemos um ataque vindo por movimentos, pessoas políticas, artistas, ou mesmo que se dizem intelectuais, contra tudo o que conquistamos pelo cristianismo. Ainda sim 500 anos depois da Reforma Protestante ainda precisamos lutar por ela, e continuar uma reforma que continua em nossas vidas, igreja, comunidade, nação e civilização.
Tecnologia do Blogger.