Uma geração que perdeu sua originalidade

É bom ser original, e muitas vezes isso requer ser individual, pois as pessoa têm a capacidade de fazer, ser e viver algo novo. Cada um pode descobrir algo que outros não sabem no processo de suas vivências, e acrescentar ao mundo com sua arte, seu aprendizado pessoal, e suas características próprias. A moda hoje para muitos é ser coletivista, para ser aceitos, ou mesmo por ignorância e falta de interesse em andar contra uma corrente para fazer seu próprio caminho. Num meio assim ser original é para corajosos, onde o belo é repetir e nada produzir ao mesmo tempo que feio é andar contra corrente e buscar a verdade acima de tudo fundamentando-se nela antes do que agradar grupos e seus sentimentos.
Tecnologia do Blogger.